P1100031

 

A palestra “Conflitos e repressão no campo no Rio de Janeiro (1946-1988)” aconteceu dia 30 de maio de 2016 e fez parte do ciclo “Novas questões sociais, trabalhadores urbanos, trabalhadores rurais: História e Perspectivas”. A discussão girou em torno das tensões por conta da questão agrária brasileira e do movimento campesino e teve Leonilde Medeiros como palestrante e Marta Ciocciari como debatedora.

Medeiros acentua que adotou como “conflito” o que os documentos sindicais, usados como fonte principal, diagnosticavam dessa maneira. Esses relatórios, datados da década de 1970, demonstram a opção da mobilização pela articulação silenciosa, que consistiu de denúncias e que, por sua vez, indicavam que mais material poderia ser encontrado nos locais onde a repressão estava presente. O Arquivo Nacional também foi uma importante fonte de pesquisa.

Leonilde Medeiros é doutora em Ciências Sociais pela Unicamp e coordenadora do Núcleo de Pesquisa, Documentação e Referência sobre Movimentos Sociais e Políticos do CPDA/UFRRJ, Medeiros tem um histórico de envolvimento com a questão agrária, tanto na parte acadêmica quanto na prática. Durante os anos 90, fez parte da formação do Departamento Nacional dos Trabalhadores Rurais da CUT.

Em 2014, colaborou na pesquisa e na redação do relatório da Comissão Camponesa da Verdade (CCV), que descobriu novas informações sobre a organização dos trabalhadores do campo e as formas de violência que sofreram. Para Medeiros, a omissão do Estado no caso resultou na invisibilização das violações dos Direitos Humanos ocorridas, cujo ápice foi no período ditatorial. Entre as descobertas, a morte de 13 pessoas não constava no relatório da CNV. A partir dessa experiência, foi construída a temática de “Conflitos e repressão no campo no Rio de Janeiro (1946-1988)”.

Marta Cioccari, que foi convidada para promover o debate, é antropóloga e jornalista. Atuou na Comissão Nacional da Verdade como pesquisadora do PNUD e é associada ao Programa de Memória dos Movimentos Sociais (MEMOV). Também é co-autora do livro “Retrato da Repressão Política no Campo: Brasil 1962-1985”

O ciclo “Novas questões sociais, trabalhadores urbanos, trabalhadores rurais: História e Perspectivas” foi coordenado por José Sergio Leite Lopes (PPGAS/MN/UFRJ) e Beatriz Heredia (PPGSA/IFCS/UFRJ).

 

 

UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ