2016.05.02 Angela Alonso 37

 

O abolicionismo no Brasil foi tema de palestra no Colégio Brasileiro de altos Estudos no dia 2 de maio de 2016. Na ocasião, a socióloga Angela Alonso foi convidada para discutir a questão em “O abolicionismo como movimento social”.

Professora de Sociologia na Universidade de São Paulo (USP) e presidente do CEBRAP (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), Angela Alonso é autora de diversas publicações acerca do movimento pela abolição da escravidão, entre eles o recente “Flores, votos e balas: O movimento abolicionista brasileiro” (2015) e o premiado “Idéias em movimento; a geração de 1870 na crise do Brasil-Império” de 2002. Defende que o abolicionismo deve ser considerado um movimento social e buscar fazer uma análise política dos seus desdobramentos. Para compor a mesa, foi convidada a antropóloga Giralda Seyferth como debatedora.

A atividade integrou o ciclo de palestras “Novas questões sociais, trabalhadores urbanos, trabalhadores rurais: História e Perspectivas”, coordenado por José Sergio Leite Lopes (PPGAS/MN/UFRJ) e Beatriz Heredia (PPGS/IFCS/UFRJ), diretores do CBAE/ UFRJ.

 

 

UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ