Angela de Castro Gomes

 

Como parte do ciclo de palestras “Novas questões sociais, trabalhadores urbanos, trabalhadores rurais: história e perspectivas”, a historiadora Ângela de Castro Gomes ministrou a palestra “A justiça do trabalho e sua história: o caso recente do combate ao trabalho análogo à de escravo no Brasil”. O evento aconteceu no dia 11/04.

Doutora em Ciência Política e professora de História na UNIRIO, Ângela de Castro analisou o panorama elaborado a partir de um conjunto de iniciativas que lutam para preservação e disposição da documentação da justiça social do trabalho, como faz também no livro “A Justiça do Trabalho e sua história”, o qual organizou com Fernando Teixeira da Silva, doutor em história pela UNICAMP.

Na conversa, ressaltou dois fenômenos que contribuíram para a valorização de processos judiciais como fonte de pesquisa: o reconhecimento da legislação como campo de luta e a compreensão de que a documentação do poder público não funciona apenas como meio para o exercício de justiça, mas como finalidade, por seu caráter de registro das demandas sociais da atuação dos movimentos.

A convidada tem ampla experiência nas áreas de história política e cultural, tendo atuado como editora das revistas Estudos Históricos, Tempo e Revista da Associação Brasileira de História Oral ao longo de sua carreira.

O ciclo de palestras “Novas questões sociais, trabalhadores urbanos, trabalhadores rurais: História e Perspectivas” é coordenado por José Sergio Leite Lopes (PPGAS/MN/ UFRJ) e Beatriz Heredia (PPGSA/IFCS/UFRJ), diretores do CBAE/UFRJ.

 

 

UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ