d190916 020
Foto: Eneraldo Carneiro/ FCC
 
"Mineração e conflito ambiental: uma estória sobre dois desastres" (Rodrigo Santos)
 
A segunda aula do módulo II do curso, realizada no dia 16 de setembro, foi ministrada por Rodrigo Santos, professor do Departamento de Sociologia e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ.

Com abordagem mais concentrada no problema dos desastres que no das mudanças climáticas, Rodrigo apresentou um panorama da atividade da indústria mineradora no Brasil e no mundo, tratando dos processos de extração, comercialização e consumo sobretudo do ferro e da bauxita, minérios largamente explorados no Brasil. O professor explicou que, com o aumento exponencial da demanda por minérios pela China, nos idos de 2003, a indústria mineradora viu sua rentabilidade aumentar vertiginosamente; e mesmo com o arrefecimento na demanda causado pela crise mundial de 2008, essa atividade continua ainda hoje sendo bastante lucrativa.

Porém, a mineração gera impactos socioambientais os mais diversos e nocivos, tanto no que diz respeito aos processos de extração quanto à logística de transporte e mesmo ao uso dos minérios em usinas siderúrgicas e metalúrgicas - impactos esses que as indústrias não reportam em sua totalidade. Além disso, para manter o patamar dos altos lucros dos anos 2000, empresas como a Vale e a Samarco terminaram por negligenciar alguns aspectos fundamentais relacionados a segurança e manutenção de suas instalações, sobretudo as barragens de rejeitos; é nessa negligência que podemos encontrar as condições para ocorrência dos rompimentos das barragens em Mariana e Brumadinho, causando desastres socioambientais sem precedentes na história do Brasil.

O material de apoio dessa aula, assim como a bibliografia recomendada pelo professor, estão disponíveis em: https://bit.ly/2H9J8Di
UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ