2018.08.20 O Rio colonial e imperial 12

 

No dia 20 de agosto, aconteceu a primeira aula da disciplina "Rio de Janeiro: desafios e perspectivas". A sessão "O Rio Colonial e Imperial" contou com a presença dos historiadores Flávio Gomes e André Chevitarese e a participação especial do arqueólogo Ondemar Ferreira Dias Júnior.

 

Flavio Gomes e André Chevitarese são professores do Instituto de História da UFRJ e organizadores do livro "Entre pedaços e camadas: histórias e arqueologias do Rio de Janeiro: séculos XVIII-XXI", publicado em 2017. Gomes é doutor em História Social pela Unicamp, desenvolve pesquisas na área de escravidão e pós-emancipação no Brasil, América Latina e Caribe e lançou, em maio deste ano, o "Dicionário da Escravidão e da Liberdade", organizado com a historiadora Lilia Schwarcz. Já Chevitarese, doutor em Antropologia Social pela USP, tem se voltado para o estudo das experiências religiosas

 

Dias Júnior é Presidente do Instituto de Arqueologia Brasileira, membro do IHGB e professor aposentado da UFRJ. Pesquisador do Programa Nacional de Pesquisas Arqueológicas (PRONAPA), enfoca suas investigações arqueológicas no Rio de Janeiro.

 

 "Rio de Janeiro: desafios e perspectivas" tem a coordenação de Carlos Vainer e José Sergio Leite Lopes e acontece às segundas-feiras, 18h, durante o segundo semestre de 2018.

 

 

UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ