d190322 041

Foto: Eneraldo Carneiro/ Forum UFRJ

 

A primeira palestra do ciclo “Memória, Movimentos Sociais e Direitos Humanos” aconteceu no dia 22 de março, com as convidadas Liliana Sanjurjo, Desirée Azevedo e Adriana Vianna. Sob o tema “As lutas pela memória, verdade e justiça no Brasil e na Argentina”, as palestrantes apresentaram seus trabalhos e construíram um debate sobre as questões e exeriências que os cercam.

Doutora em Antropologia Social pela Unicamp, Liliana Sanjurjo atua hoje como pesquisadora de pós-doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UERJ. Sua pesquisa se volta para os temas de memória, violência e a mobilização de familiares de vítimas da violência de Estado na busca pela verdade. É autora do livro “Sangue, Identidade e Verdade: memórias sobre o passado ditatorial na Argentina”, lançado em 2018. 

Desirée Azevedo é pesquisadora nas áreas de Antropologia Urbana e História Contemporânea, sobre o viés das experiências e processos sociais de gestão da violência estatal. Atualmente vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Unifesp, é graduada em História pela UFF e doutora em Antropologia Social pela Unicamp. Publicou em 2018 o livro “Ausências incorporadas: etnografia entre familiares de mortos e desaparecidos políticos no Brasil”. 

Adriana Vianna é professora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional. Desenvolve e orienta pesquisas em áreas relacionadas à Antropologia do Estado, das moralidades, das relações de gênero, família, violência e emoções. É graduada em História pela UFF, mestre e doutora em Antropologia Social pelo Museu Nacional. 

O ciclo “Memória, Movimentos Sociais e Direitos Humanos” foi coordenado pelo antropólogo José Sérgio Leite Lopes, junto aos pesquisadores Felipe Magaldi, Lucas Pedretti, Luciana Lombardo e Virna Plastino.

 

UFRJ Colégio Brasileiro de Altos Estudos - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ